quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Sonhando

Paro no tempo, é-me tudo escuro,
Do passado não tiro conclusão.
Não penso na vida, apenas no futuro.
Se abro os olhos é tudo uma escuridão.

Não consigo sonhar, nem apenas lembrar
De muitos insignificantes momentos.
Chegarei ao fim para ressuscitar?
Leve e suavemente ele vai tocando,
Aumentando o ruído do despertar,
Um dia eu vou acordar,
Para conseguir respirar.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Just Beautiful

Never Have I Fallen

Your lips speak soft sweetness
Your touch a cool caress
I am lost in your magic
My heart beats within your chest

I think of you each morning
And dream of you each night
I think of your arms being around me
And cannot express my delight

Never have I fallen
But I am quickly on my way
You hold a heart in your hands
That has never before been given away

- Rex A. Williams –

Back to Blog like old times :)


video

sábado, 2 de janeiro de 2010

Eu, não..., eu talvez ou se calhar eu?

Revivendo a escuridão interior, salvaguardada pela pátria de uma luz sem iluminação, abstraímo-nos de tudo o que nos rodeia. Mas a paixão de um ser inexplicável (que não posso nem quero conter) conserva a intensidade da minha alma e consegue, inexplicavelmente, submeter-me a razões puríssimas, que, felizmente, invadem todo o mundo que me rodeia o ser.